Sociedade
Educação

Disponíveis novos cursos para formação de professores

Disponíveis novos cursos para formação de professores
Foto por:
vídeo por:
DR

Com duração de três anos, onze novos cursos de formação de professores para o ensino técnico-profissional, que conferem grau de Bacharel, foram aprovados pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI).

Os cursos acontecerão nos anos 2020, 2021 e 2022, em Luanda, na Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto, com oito, e na Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade José Eduardo dos Santos, com três cursos.

São desenvolvidos com o apoio do Projecto RETFOP – Revitalização do Ensino Técnico e Formação Profissional, com o financiamento da União Europeia e apoio do Conselho Coordenador dos Institutos Politécnicos Portugueses.

Os 475 alunos matriculados nos cursos de formação de professores terão direito a uma bolsa de estudo de valor a fixar no respectivo regulamento, e de acordo com o MESCTI, poderão matricular-se nos cursos de formação de professores, até ao limite das vagas fixadas, os candidatos com menos de 30 anos, que tenham concluído o ensino secundário nas áreas referidas para cada curso, que obtenham nota positiva nas provas de acesso a realizar-se nas respectivas universidades e que assinem um contrato de formação com o compromisso de prestar serviço como professor, em Escolas Médias Técnicas, em qualquer ponto do país, por um período a fixar no respectivo contrato.

Os professores serão formados em ensino de Construção Civil (105 vagas), de Máquinas e Motores (70), de Mecânica do Frio e Climatização (35),  de Metalomecânica (35), de Electromecânica e Manutenção (35), de Electrotecnia e Energia (35),  de Electrónica e Automação (35),  de Electrónica e Telecomunicações (35), de Ensino de Produção e Agro-Pecuária (30), de Indústria Agro-Alimentar (30) e de Gestão Agrícola (30), segundo a Angop.

6galeria

Redacção

Com duração de três anos, onze novos cursos de formação de professores para o ensino técnico-profissional, que conferem grau de Bacharel, foram aprovados pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI).

Os cursos acontecerão nos anos 2020, 2021 e 2022, em Luanda, na Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto, com oito, e na Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade José Eduardo dos Santos, com três cursos.

São desenvolvidos com o apoio do Projecto RETFOP – Revitalização do Ensino Técnico e Formação Profissional, com o financiamento da União Europeia e apoio do Conselho Coordenador dos Institutos Politécnicos Portugueses.

Os 475 alunos matriculados nos cursos de formação de professores terão direito a uma bolsa de estudo de valor a fixar no respectivo regulamento, e de acordo com o MESCTI, poderão matricular-se nos cursos de formação de professores, até ao limite das vagas fixadas, os candidatos com menos de 30 anos, que tenham concluído o ensino secundário nas áreas referidas para cada curso, que obtenham nota positiva nas provas de acesso a realizar-se nas respectivas universidades e que assinem um contrato de formação com o compromisso de prestar serviço como professor, em Escolas Médias Técnicas, em qualquer ponto do país, por um período a fixar no respectivo contrato.

Os professores serão formados em ensino de Construção Civil (105 vagas), de Máquinas e Motores (70), de Mecânica do Frio e Climatização (35),  de Metalomecânica (35), de Electromecânica e Manutenção (35), de Electrotecnia e Energia (35),  de Electrónica e Automação (35),  de Electrónica e Telecomunicações (35), de Ensino de Produção e Agro-Pecuária (30), de Indústria Agro-Alimentar (30) e de Gestão Agrícola (30), segundo a Angop.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form