Internacional
Cinema

Director da academia demite-se por boicote dos Óscares na Rússia

Director da academia demite-se por boicote dos Óscares na Rússia
Foto por:
vídeo por:
DR

O director da Academia Russa de Cinema, Pavel Chukhray, demitiu-se ontem, por carta, após verificar que foi tomada uma medida "ilegal nas suas costas" com a não nomeação de nenhum filme do país para os Óscares.

Segundo comunicado publicado pelo Jornal britânico The Guardian, "a Academia de Filmes da Rússia decidiu não nomear nenhum filme para os Óscares da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas em 2022", razão pela qual o director da Academia Russa de Cinema apresentou a demissão, por considerar traição por parte da organização.

"A liderança da academia decidiu unilateralmente não nomear um filme russo para os Óscares", escreveu Pavel Chukhray, explicando que foi tomada uma medida "ilegal nas suas costas", numa missiva publicada pela agência estatal russa, Tass, soube o Jornal de Angola.

Esta é mais uma medida que pode reforçar o isolamento cultural entre a Rússia e o mundo ocidental, que tem vindo a crescer fruto do conflito russo-ucraniano, que ainda decorre.

É igualmente a primeira vez que a Rússia não submete uma entrada aos Óscares desde o fim da URSS.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

O director da Academia Russa de Cinema, Pavel Chukhray, demitiu-se ontem, por carta, após verificar que foi tomada uma medida "ilegal nas suas costas" com a não nomeação de nenhum filme do país para os Óscares.

Segundo comunicado publicado pelo Jornal britânico The Guardian, "a Academia de Filmes da Rússia decidiu não nomear nenhum filme para os Óscares da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas em 2022", razão pela qual o director da Academia Russa de Cinema apresentou a demissão, por considerar traição por parte da organização.

"A liderança da academia decidiu unilateralmente não nomear um filme russo para os Óscares", escreveu Pavel Chukhray, explicando que foi tomada uma medida "ilegal nas suas costas", numa missiva publicada pela agência estatal russa, Tass, soube o Jornal de Angola.

Esta é mais uma medida que pode reforçar o isolamento cultural entre a Rússia e o mundo ocidental, que tem vindo a crescer fruto do conflito russo-ucraniano, que ainda decorre.

É igualmente a primeira vez que a Rússia não submete uma entrada aos Óscares desde o fim da URSS.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form