Desporto
Futebol Internacional

“Deves ouvir-te e parar no momento certo”, disse Hazard no adeus aos relvados

“Deves ouvir-te e parar no momento certo”, disse Hazard no adeus aos relvados
Foto por:
vídeo por:
DR

O jogador internacional belga Eden Michael Hazard, de 32 anos, anunciou ontem a sua retirada do futebol profissional, após uma carreira de momentos altos e baixos desde a sua estreia oficial, tendo declarado ser necessário ouvir-se e parar no momento certo.

Num comunicado divulgado na sua página oficial, o antigo atacante do Real Madrid decidiu colocar um ponto final na carreira. “Deves ouvir-te e parar no momento certo. Após 16 anos e mais de 700 jogos disputados, decidi terminar a minha carreira enquanto jogador profissional. Consegui realizar o meu sonho, joguei e diverti-me em vários relvados de todo o mundo. Durante a minha carreira, tive a sorte de conhecer grandes treinadores e companheiros de equipa”, assegurou o futebolista.

Na nota Hazard agradeceu a todos “por estes grandes tempos” e expressou que vai sentir a falta de todos. “Também quero agradecer aos clubes pelos quais joguei: Lille, Chelsea e Real Madrid; e agradecer à RBFA [a Federação Belga de Futebol] pela minha chamada à seleção”, prosseguiu, num agradecimento especial à sua família, amigos, conselheiros e às pessoas que estiveram consigo, nos bons e maus tempos.

“Finalmente, um enorme obrigado a vocês, os meus adeptos, que me seguiram durante todos estes anos”, rematou o desportista, que começou a sua carreira no clube Royal Stade Brainois, da sua cidade, onde permaneceu durante cinco épocas.

O atleta de La Louvière, em 2007, assinou com o clube francês Lille, um contrato de três temporadas, graças a um olheiro que o descobriu jogando pela equipa AFC Tubiz.  Hazard marcou o seu primeiro golo no futebol profissional em Setembro de 2008, tornando-se no jogador mais novo a marcar pelo Lille, grupo com que fez 194 jogos, marcando 50 golos, foi eleito jogador do ano por duas temporadas consecutivas (2009/2010 e 2010/2011), Jogador Jovem pela FNUAP, Copa de França 2010/2011, ganhou a Ligue 1 por duas ocasiões. 

A ter um início de carreira de conquistas, foram vários os rumores sobre a sua saída para outros grandes clubes da Europa, mas em 2012 foi com o Chelsea que decidiu começar uma nova história, assinando um contrato de cinco anos, onde permaneceu até 2018, fez um total de mais 350 jogos e 110 golos marcados com o emblema Londrino, foi duas vezes campeão da Premier League, ganhou uma Taça EFL, FA Cup e duas Europe League.

115 milhões de euros foi o valor pago pelo Real Madrid pela transferência do jovem promessa, em 2020. Já na Espanha ganhou duas La Liga, uma Liga dos Campeões e uma Super Taça Europeia. Com o Real Madrid,  Eden viveu os piores momentos da sua carreira, pois sofreu várias lesões ao longo das quatro temporadas passadas em Madrid, efectuou apenas 76 jogos, tendo marcado menos de 30 golos, seu pior registo desde a sua estreia profissional.

A nível de selecção, Hazard fez parte da chamada geração de luxo, e vestiu a camisa Bélgica por 126 ocasiões, com a qual marcou 33 golos, e tendo participado de três mundiais.

 “Agora, é altura de desfrutar dos meus entes queridos e de ter novas experiências. Vejo-vos em breve, fora dos relvados, meus amigos”, despediu-se o jogador.

Destaque

No items found.

6galeria

Manuel Henriques

Gestor de conteúdos

Manuel Henriques é copywriter e gestor de conteúdos. Apaixonado por desporto, já foi professor de Educação Física e treinador de andebol, tendo já sido também director de uma liga de MMA.

O jogador internacional belga Eden Michael Hazard, de 32 anos, anunciou ontem a sua retirada do futebol profissional, após uma carreira de momentos altos e baixos desde a sua estreia oficial, tendo declarado ser necessário ouvir-se e parar no momento certo.

Num comunicado divulgado na sua página oficial, o antigo atacante do Real Madrid decidiu colocar um ponto final na carreira. “Deves ouvir-te e parar no momento certo. Após 16 anos e mais de 700 jogos disputados, decidi terminar a minha carreira enquanto jogador profissional. Consegui realizar o meu sonho, joguei e diverti-me em vários relvados de todo o mundo. Durante a minha carreira, tive a sorte de conhecer grandes treinadores e companheiros de equipa”, assegurou o futebolista.

Na nota Hazard agradeceu a todos “por estes grandes tempos” e expressou que vai sentir a falta de todos. “Também quero agradecer aos clubes pelos quais joguei: Lille, Chelsea e Real Madrid; e agradecer à RBFA [a Federação Belga de Futebol] pela minha chamada à seleção”, prosseguiu, num agradecimento especial à sua família, amigos, conselheiros e às pessoas que estiveram consigo, nos bons e maus tempos.

“Finalmente, um enorme obrigado a vocês, os meus adeptos, que me seguiram durante todos estes anos”, rematou o desportista, que começou a sua carreira no clube Royal Stade Brainois, da sua cidade, onde permaneceu durante cinco épocas.

O atleta de La Louvière, em 2007, assinou com o clube francês Lille, um contrato de três temporadas, graças a um olheiro que o descobriu jogando pela equipa AFC Tubiz.  Hazard marcou o seu primeiro golo no futebol profissional em Setembro de 2008, tornando-se no jogador mais novo a marcar pelo Lille, grupo com que fez 194 jogos, marcando 50 golos, foi eleito jogador do ano por duas temporadas consecutivas (2009/2010 e 2010/2011), Jogador Jovem pela FNUAP, Copa de França 2010/2011, ganhou a Ligue 1 por duas ocasiões. 

A ter um início de carreira de conquistas, foram vários os rumores sobre a sua saída para outros grandes clubes da Europa, mas em 2012 foi com o Chelsea que decidiu começar uma nova história, assinando um contrato de cinco anos, onde permaneceu até 2018, fez um total de mais 350 jogos e 110 golos marcados com o emblema Londrino, foi duas vezes campeão da Premier League, ganhou uma Taça EFL, FA Cup e duas Europe League.

115 milhões de euros foi o valor pago pelo Real Madrid pela transferência do jovem promessa, em 2020. Já na Espanha ganhou duas La Liga, uma Liga dos Campeões e uma Super Taça Europeia. Com o Real Madrid,  Eden viveu os piores momentos da sua carreira, pois sofreu várias lesões ao longo das quatro temporadas passadas em Madrid, efectuou apenas 76 jogos, tendo marcado menos de 30 golos, seu pior registo desde a sua estreia profissional.

A nível de selecção, Hazard fez parte da chamada geração de luxo, e vestiu a camisa Bélgica por 126 ocasiões, com a qual marcou 33 golos, e tendo participado de três mundiais.

 “Agora, é altura de desfrutar dos meus entes queridos e de ter novas experiências. Vejo-vos em breve, fora dos relvados, meus amigos”, despediu-se o jogador.

Manuel Henriques

Gestor de conteúdos

Manuel Henriques é copywriter e gestor de conteúdos. Apaixonado por desporto, já foi professor de Educação Física e treinador de andebol, tendo já sido também director de uma liga de MMA.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form