Showbiz
Televisão

“Deus Salve o Rei” inicia o ano na Globo

“Deus Salve o Rei” inicia o ano na Globo
Foto por:
vídeo por:
DR

2018 começa na Globo com o lançamento da primeira telenovela medieval, intitulada “Deus Salve Rei”, cuja estreia acontece no próximo dia 10 deste mês, pelas 20h00.

A trama remonta os acontecimentos de séculos atrás, na região de Cália, em que os reinos de Montemor e Artena vivem em paz há muito tempo, até que algumas escolhas dos seus monarcas e as consequências interferem directamente no curso da história.  

Afonso (Rómulo Estrela), príncipe herdeiro de Montemor, é um homem honrado, justo e que, desde criança, foi preparado para um dia assumir o trono, sendo exactamente o oposto do seu irmão caçula, o irresponsável e inconsequente Rodolfo (Johnny Massaro), que só pensa em aproveitar as mordomias da sua vida de príncipe. Os dois são netos da Rainha Crisélia (Rosamaria Murtinho), que está doente e percebe – a cada dia – a urgência de nomear um sucessor para seu reino, que naturalmente seria Afonso, o mais velho.

O reino vizinho, de Artena, é governado pelo rei Augusto (Marco Nanini), um homem sábio e benevolente, que tem na sua filha, a princesa Catarina (Bruna Marquezine), a sua sucessora. Mas ela, ao contrário do pai, tem planos ambiciosos para o seu reino, e não medirá esforços para conquistar os seus objetivos. Com esperança de que um dia as atitudes da filha mudem, Augusto procura um pretendente para frear as rédeas da sua ambição. O rei encontra no Marquês de Córdona, Istvan (Vinicius Calderoni), o homem ideal. Contra a vontade da filha, ele programa o noivado de Catarina com aquele homem.

Montemor é um reino próspero, rico em minério de ferro, mas onde falta algo essencial para sua subsistência: água. Artena, por outro lado, tem este recurso em abundância. Um acordo vigente há muitos anos entre os dois reinos garante que o minério produzido em Montemor seja fornecido a Artena em troca da sua água. Contudo, a morte de Crisélia abala perigosamente a paz até então mantida entre os dois reinos. Afonso logo deverá tornar-se rei, mas o amor pela plebeia Amália (Marina Ruy Barbosa), de Artena, fá-lo abdicar do trono, entregando o posto ao seu despreparado irmão, o que torna ainda mais delicadas as relações com o reino vizinho. E, neste momento, Catarina tem uma grande oportunidade de colocar em prática seus planos expansionistas.

“Deus Salve Rei” é da autoria de Daniel Adjafre e tem direcção artística de Fabrício Mamberti. No elenco, estão ainda nomes como Caio Blat, Tatá Werneck, Marina Moschen, Ricardo Pereira, Fernanda Nobre, José Fidalgo, Tarcísio Filho, Bia Arantes, entre outros, de acordo com o comunicado que recebemos. 

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

2018 começa na Globo com o lançamento da primeira telenovela medieval, intitulada “Deus Salve Rei”, cuja estreia acontece no próximo dia 10 deste mês, pelas 20h00.

A trama remonta os acontecimentos de séculos atrás, na região de Cália, em que os reinos de Montemor e Artena vivem em paz há muito tempo, até que algumas escolhas dos seus monarcas e as consequências interferem directamente no curso da história.  

Afonso (Rómulo Estrela), príncipe herdeiro de Montemor, é um homem honrado, justo e que, desde criança, foi preparado para um dia assumir o trono, sendo exactamente o oposto do seu irmão caçula, o irresponsável e inconsequente Rodolfo (Johnny Massaro), que só pensa em aproveitar as mordomias da sua vida de príncipe. Os dois são netos da Rainha Crisélia (Rosamaria Murtinho), que está doente e percebe – a cada dia – a urgência de nomear um sucessor para seu reino, que naturalmente seria Afonso, o mais velho.

O reino vizinho, de Artena, é governado pelo rei Augusto (Marco Nanini), um homem sábio e benevolente, que tem na sua filha, a princesa Catarina (Bruna Marquezine), a sua sucessora. Mas ela, ao contrário do pai, tem planos ambiciosos para o seu reino, e não medirá esforços para conquistar os seus objetivos. Com esperança de que um dia as atitudes da filha mudem, Augusto procura um pretendente para frear as rédeas da sua ambição. O rei encontra no Marquês de Córdona, Istvan (Vinicius Calderoni), o homem ideal. Contra a vontade da filha, ele programa o noivado de Catarina com aquele homem.

Montemor é um reino próspero, rico em minério de ferro, mas onde falta algo essencial para sua subsistência: água. Artena, por outro lado, tem este recurso em abundância. Um acordo vigente há muitos anos entre os dois reinos garante que o minério produzido em Montemor seja fornecido a Artena em troca da sua água. Contudo, a morte de Crisélia abala perigosamente a paz até então mantida entre os dois reinos. Afonso logo deverá tornar-se rei, mas o amor pela plebeia Amália (Marina Ruy Barbosa), de Artena, fá-lo abdicar do trono, entregando o posto ao seu despreparado irmão, o que torna ainda mais delicadas as relações com o reino vizinho. E, neste momento, Catarina tem uma grande oportunidade de colocar em prática seus planos expansionistas.

“Deus Salve Rei” é da autoria de Daniel Adjafre e tem direcção artística de Fabrício Mamberti. No elenco, estão ainda nomes como Caio Blat, Tatá Werneck, Marina Moschen, Ricardo Pereira, Fernanda Nobre, José Fidalgo, Tarcísio Filho, Bia Arantes, entre outros, de acordo com o comunicado que recebemos. 

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form