Sociedade
Prémio

CODESRIA atribui bolsa de investigação às coordenadoras do LAB da UCAN

CODESRIA atribui bolsa de investigação às coordenadoras do LAB da UCAN
Foto por:
vídeo por:
DR

O Conselho para o Desenvolvimento da Pesquisa em Ciências Sociais em África (CODESRIA) atribuiu uma bolsa de investigação às coordenadoras do Laboratório de Ciências Sociais e Humanidades (LAB) da Universidade Católica de Angola (UCAN), Professoras Doutoras Cesaltina Abreu e Catarina Antunes Gomes, pelo seu trabalho de pesquisa.

As especialistas foram laureadas na sequência do balanço positivo do trabalho desempenhado em 2020,  ano em que saíram, como resultados de investigação, o Relatório: ‘Corrigindo o que está mal, melhorando o que está bem? Uma perspectiva cidadã sobre a governação em Angola’ (UCAN/OSISA, 2020); Entrega ao CODESRIA do manuscrito: ‘Public Humanities: Thinking Freedom in the African University’ - em fase final de edição e que deverá ter lançado publicamente entre Junho/Julho do corrente;  e Negociação bem-sucedida de três projectos de pesquisa com o Consórcio Scanteam+CMI (Noruega) a implementar no decurso dos próximos 4 anos.

Entretanto, o prémio consiste na realização de um trabalho de investigação, cujo título provisório da monografia é “The critical making of humanities: experiences in Public Humanities and Environmental Humanities in postcolonial Angola”, que deverá ser realizado em 12 meses, a contar de Agosto deste ano.

Na nota do CODESRIA que recebemos,  a organização faz saber que o objectivo da bolsa é apoiar investigadores seniores que trabalham na área das humanidades, para produção científica que ajude a mapear novos terrenos teóricos e metodológicos no estudo das humanidades em África.

Este facto enaltece o trabalho destas duas investigadoras, que fundaram, na UCAN, o Laboratório de Ciências Sociais e Humanidades (LAB) e as destaca na liderança da pesquisa, na área das humanidades, em África, colocando, assim, o nome de Angola e da UCAN nos mais prestigiados fora da investigação continental, lê-se no documento.

6galeria

Redacção

O Conselho para o Desenvolvimento da Pesquisa em Ciências Sociais em África (CODESRIA) atribuiu uma bolsa de investigação às coordenadoras do Laboratório de Ciências Sociais e Humanidades (LAB) da Universidade Católica de Angola (UCAN), Professoras Doutoras Cesaltina Abreu e Catarina Antunes Gomes, pelo seu trabalho de pesquisa.

As especialistas foram laureadas na sequência do balanço positivo do trabalho desempenhado em 2020,  ano em que saíram, como resultados de investigação, o Relatório: ‘Corrigindo o que está mal, melhorando o que está bem? Uma perspectiva cidadã sobre a governação em Angola’ (UCAN/OSISA, 2020); Entrega ao CODESRIA do manuscrito: ‘Public Humanities: Thinking Freedom in the African University’ - em fase final de edição e que deverá ter lançado publicamente entre Junho/Julho do corrente;  e Negociação bem-sucedida de três projectos de pesquisa com o Consórcio Scanteam+CMI (Noruega) a implementar no decurso dos próximos 4 anos.

Entretanto, o prémio consiste na realização de um trabalho de investigação, cujo título provisório da monografia é “The critical making of humanities: experiences in Public Humanities and Environmental Humanities in postcolonial Angola”, que deverá ser realizado em 12 meses, a contar de Agosto deste ano.

Na nota do CODESRIA que recebemos,  a organização faz saber que o objectivo da bolsa é apoiar investigadores seniores que trabalham na área das humanidades, para produção científica que ajude a mapear novos terrenos teóricos e metodológicos no estudo das humanidades em África.

Este facto enaltece o trabalho destas duas investigadoras, que fundaram, na UCAN, o Laboratório de Ciências Sociais e Humanidades (LAB) e as destaca na liderança da pesquisa, na área das humanidades, em África, colocando, assim, o nome de Angola e da UCAN nos mais prestigiados fora da investigação continental, lê-se no documento.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form