Arte e Cultura
Em alusão ao Dia da África

Céu Cultural anima jovens no Rangel

Céu Cultural anima jovens no Rangel
Foto por:
vídeo por:
DR

O movimento Céu Cultural, sob a iniciativa de jovens estudantes entre os 16 e 21 anos de idade, vai realizar a sua primeira actividade artístico-cultural, denominada “arte sem limites”, no dia 20 de Maio, a partir das 18 horas, no Restaurante Car do Céu, Triângulo dos Congoleses, junto à loja Paparoca, com entradas livres.

A referida actividade enquadra-se na semana do dia de África, em que também se vai fazer uma reflexão em torno desse dia para que os jovens fiquem mais bem esclarecidos sobre a data.

Adilson Lopes, secretário do Céu Cultural, referiu que o movimento existe há dois meses e as actividades vão ser realizadas no 1.º e 2.º sábados de cada mês, no sentido de elevar as diversas formas de arte.

“Temos visto, nos últimos tempos, que a arte em Angola tem estado muito virada para a música. Por esse facto, queremos também, para além da música ao vivo, como R&B e Semba em língua nacional Umbundu, privilegiar outras áreas, como teatro, cuja temática é sobre o continente berço; poesia; contorcionismo; artes plásticas; ginástica rítmica; desenhos, com retratos a serem feitos na hora para a exposição e outros trazidos de casa, de forma a sairmos da rotina”, sublinhou.

Por seu turno, Edna Domingos, coordenadora da referida agremiação, afirmou que este movimento tem como lema “Longe como céu, vamos cada vez mais distante” e dentre os seus objectivos estão o despertar de talentos adormecidos nos jovens, bem como o contribuir para a promoção da riqueza artístico-cultural de que se dispõe a nossa sociedade, já que ainda existe algum subaproveitamento.

A propósito da actividade do dia 20 deste mês, a responsável disse que têm disponíveis 10 minutos comunicar sobre outros eventos que estejam agendados no país ou em Luanda.

Por fim, Edna Domingos  pede que às pessoas abracem esta causa, apoiando-a a fim de o movimento fazer grandes coisas.

6galeria

Artigos relacionados