Arte e Cultura
Infra-Estruturas

Centro Cultural do Chiloango poderá ser reestruturado

Centro Cultural do Chiloango poderá ser reestruturado
Foto por:
vídeo por:
DR

O Centro Cultural Chiloango, em Cabinda, será abrilhantado dentro de dias com obras de restauração, de forma a torná-lo mais acolhedor e financeiramente rentável, confirmou o secretário provincial da Cultura, Ernesto Barros André.

Em declarações à imprensa, no final de uma visita que a governadora da província, Mara Quiosa, efectuou, no sábado, à referida instituição, para se inteirar das condições do imóvel e da sua gestão, Ernesto Barros André afirmou que o Governo poderá muito brevemente reabilitar aquele empreendimento cultural, tendo em conta o seu estado de degradação, que requer uma intervenção para dotá-lo de melhores condições de acomodação.

O responsável disse ainda que a realização de espectáculos, bem como de outras actividades, estão quase que condicionadas no Centro Cultural Chiloango, devido ao estado de degradação em que o mesmo se encontra, com destaque para o telhado que provoca infiltrações de água no seu interior causando danos às infra-estruturas do imóvel.  

Ernesto Barros André, citado pelo Jornal de Angola, não indicou a data para o arranque das obras, caso venham a acontecer será a terceira intervenção de que o espaço irá beneficiar, depois da primeira que aconteceu em 2003 e a segunda em 2014, tendo a última empreitada custado cerca de quinhentos mil dólares, num investimento do Governo da província de Cabinda, que incluiu, para além da reabilitação total do imóvel, o apetrechamento técnico e tecnológico.

O Centro Cultural Chiloango é administrado pela secretaria provincial da Cultura, que segundo Ernesto Barros André não possui orçamento para suportar as despesas de manutenção do imóvel.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

O Centro Cultural Chiloango, em Cabinda, será abrilhantado dentro de dias com obras de restauração, de forma a torná-lo mais acolhedor e financeiramente rentável, confirmou o secretário provincial da Cultura, Ernesto Barros André.

Em declarações à imprensa, no final de uma visita que a governadora da província, Mara Quiosa, efectuou, no sábado, à referida instituição, para se inteirar das condições do imóvel e da sua gestão, Ernesto Barros André afirmou que o Governo poderá muito brevemente reabilitar aquele empreendimento cultural, tendo em conta o seu estado de degradação, que requer uma intervenção para dotá-lo de melhores condições de acomodação.

O responsável disse ainda que a realização de espectáculos, bem como de outras actividades, estão quase que condicionadas no Centro Cultural Chiloango, devido ao estado de degradação em que o mesmo se encontra, com destaque para o telhado que provoca infiltrações de água no seu interior causando danos às infra-estruturas do imóvel.  

Ernesto Barros André, citado pelo Jornal de Angola, não indicou a data para o arranque das obras, caso venham a acontecer será a terceira intervenção de que o espaço irá beneficiar, depois da primeira que aconteceu em 2003 e a segunda em 2014, tendo a última empreitada custado cerca de quinhentos mil dólares, num investimento do Governo da província de Cabinda, que incluiu, para além da reabilitação total do imóvel, o apetrechamento técnico e tecnológico.

O Centro Cultural Chiloango é administrado pela secretaria provincial da Cultura, que segundo Ernesto Barros André não possui orçamento para suportar as despesas de manutenção do imóvel.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form