Ciência & Tecnologia
Educação

CCL trará uma dinâmica diferente no tocante à divulgação da ciência nas populações

CCL trará uma dinâmica diferente no tocante à divulgação da ciência nas populações
Foto por:
vídeo por:
DR

A ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Bragança, apontou que o Centro de Ciência de Luanda (CCL) trará uma dinâmica diferente no que concerne a divulgação da ciência nas populações,  independentemente da  idade e do nível de formação de cada cidadão, apesar de existirem museus com esse desígnio.

Em declarações à imprensa nessa terça-feira, após a tomada de posse dos novos Órgãos Singulares de Gestão do centro, a goverante  referiu que impulsionar o conhecimento científico e tecnológico nas populações é uma das metas da infra-estrutura, ainda em construção, defendendo que a ciência deve ser vivida e reconhecida como algo básico no dia-a-dia.

Margia Bragança avançou ainda que o objectivo do Governo é criar uma rede de centro de ciências, com vista à popularização da ciência.

Por sua vez,  citado pela Angop, o director-geral da CCL, Domingos da Silva Neto, garantiu que tudo fará para a concretização da educação científica, em particular nas crianças e nos jovens.

O centro de Ciência de Luanda (CCL), cujo estatuto orgânico foi aprovado a 07 de Outubro de 2021, tem como missão prosseguir os objectivos da Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, adoptada pelo Executivo, mediante a realização de actividades de divulgação ou popularização do conhecimento científico.

Contará com espaços para a divulgação da cultura, história, fauna angolana, bem como áreas de experimentação química, física, matemática e electricidade e contemplará  também as zonas do planetário, do dinossáurio, o borboletário, laboratórios, biblioteca e uma fábrica de sabão para que os utentes, essencialmente crianças, aprendam, mesmo brincando, o processo de produção deste bem.

Localizada na baixa da capital angolana, na antiga fábrica de sabão, no Largo do Baleizão, a instituição pode abrir as portas ao público em Julho de 2023.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

A ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Bragança, apontou que o Centro de Ciência de Luanda (CCL) trará uma dinâmica diferente no que concerne a divulgação da ciência nas populações,  independentemente da  idade e do nível de formação de cada cidadão, apesar de existirem museus com esse desígnio.

Em declarações à imprensa nessa terça-feira, após a tomada de posse dos novos Órgãos Singulares de Gestão do centro, a goverante  referiu que impulsionar o conhecimento científico e tecnológico nas populações é uma das metas da infra-estrutura, ainda em construção, defendendo que a ciência deve ser vivida e reconhecida como algo básico no dia-a-dia.

Margia Bragança avançou ainda que o objectivo do Governo é criar uma rede de centro de ciências, com vista à popularização da ciência.

Por sua vez,  citado pela Angop, o director-geral da CCL, Domingos da Silva Neto, garantiu que tudo fará para a concretização da educação científica, em particular nas crianças e nos jovens.

O centro de Ciência de Luanda (CCL), cujo estatuto orgânico foi aprovado a 07 de Outubro de 2021, tem como missão prosseguir os objectivos da Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, adoptada pelo Executivo, mediante a realização de actividades de divulgação ou popularização do conhecimento científico.

Contará com espaços para a divulgação da cultura, história, fauna angolana, bem como áreas de experimentação química, física, matemática e electricidade e contemplará  também as zonas do planetário, do dinossáurio, o borboletário, laboratórios, biblioteca e uma fábrica de sabão para que os utentes, essencialmente crianças, aprendam, mesmo brincando, o processo de produção deste bem.

Localizada na baixa da capital angolana, na antiga fábrica de sabão, no Largo do Baleizão, a instituição pode abrir as portas ao público em Julho de 2023.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form