Arte e Cultura
Debate

CCBA realiza encontro de centros culturais brasileiros da África lusófona

CCBA realiza encontro de centros culturais brasileiros da África lusófona
Foto por:
vídeo por:
DR

O Centro Cultural Brasil-Angola (CCBA) realiza, nesta semana, a partir de hoje, até ao próximo dia 22, sexta-feira, um encontro de directores e professores de todos os centros culturais mantidos pelo Governo brasileiro nos PALOPs (Bissau, Luanda, Malabo, Maputo, Praia e São Tomé).

O evento, de acordo com o comunicado da instituição, marca o início do processo de reestruturação e de harmonização curricular do ensino da língua portuguesa pelo Governo brasileiro no continente africano, nas vertentes do português-língua-segunda e do português-língua-estrangeira, sempre de forma integrada à promoção da cultura e da indústria criativa do Brasil.

Espera-se, como resultado de médio prazo da iniciativa, um aumento da contribuição brasileira para o desenvolvimento da competência linguística dos estudantes africanos em seus respectivos contextos culturais (português-língua-segunda).

No que se refere ao português como língua estrangeira, busca-se promover a vertente brasileira do idioma junto a falantes de outras línguas, incluindo potenciais interessados em estudar ou trabalhar no Brasil.

O evento não é aberto ao público, note-se, mas a administração do CCBA poderá encaminhar ocasionais consultas e demandas de cobertura por parte dos veículos locais de imprensa.

6galeria

Redacção

O Centro Cultural Brasil-Angola (CCBA) realiza, nesta semana, a partir de hoje, até ao próximo dia 22, sexta-feira, um encontro de directores e professores de todos os centros culturais mantidos pelo Governo brasileiro nos PALOPs (Bissau, Luanda, Malabo, Maputo, Praia e São Tomé).

O evento, de acordo com o comunicado da instituição, marca o início do processo de reestruturação e de harmonização curricular do ensino da língua portuguesa pelo Governo brasileiro no continente africano, nas vertentes do português-língua-segunda e do português-língua-estrangeira, sempre de forma integrada à promoção da cultura e da indústria criativa do Brasil.

Espera-se, como resultado de médio prazo da iniciativa, um aumento da contribuição brasileira para o desenvolvimento da competência linguística dos estudantes africanos em seus respectivos contextos culturais (português-língua-segunda).

No que se refere ao português como língua estrangeira, busca-se promover a vertente brasileira do idioma junto a falantes de outras línguas, incluindo potenciais interessados em estudar ou trabalhar no Brasil.

O evento não é aberto ao público, note-se, mas a administração do CCBA poderá encaminhar ocasionais consultas e demandas de cobertura por parte dos veículos locais de imprensa.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form