Ciência & Tecnologia
Educação

Caxito: Projecto escolar e-Net estagnado há cinco anos

Caxito: Projecto escolar e-Net estagnado há cinco anos
Foto por:
vídeo por:
DR

Por falta de acessório técnico, o projecto e-Net nas escolas, lançado em 2013, no Magistério Kimamuenho, em Caxito, não funciona há cinco anos.

Segundo o coordenador do curso de educação daquela instituição, André Manuel, o projecto funcionou apenas durante um mês, mas acabou por paralisar, por falta de técnicos especializados e sinal da Internet.

Ademais, disse que os oito computadores do projecto estão a ser utilizados para digitalizar documentos da instituição, augurando que as entidades competentes e seus parceiros possam dar solução, por ser um projecto valioso para a escola e para os alunos.

O responsável, que falou à Angop, afirmou então que o Magistério Kimamuenho não possui nenhuma biblioteca, situação que obriga os estudantes a recorrerem aos cybers, para pesquisar conteúdos para os seus trabalhos académicos.

O e-Net nas escolas surge de uma parceria do Ministério da Educação, com a Unitel e a Huawei, com vista a instalação gratuita de computadores com ligação à internet em escolas públicas e privadas do segundo ciclo do ensino secundário do subsistema geral de ensino, em todas as províncias de Angola.

Melhorar a aprendizagem dos adolescentes, sobre como utilizar a internet, ajudar a estabelecer bases de conhecimentos nesta matéria e incentivar o gosto pela pesquisa de informação on-line são outros objectivos da iniciativa.

 

6galeria

Redacção

Por falta de acessório técnico, o projecto e-Net nas escolas, lançado em 2013, no Magistério Kimamuenho, em Caxito, não funciona há cinco anos.

Segundo o coordenador do curso de educação daquela instituição, André Manuel, o projecto funcionou apenas durante um mês, mas acabou por paralisar, por falta de técnicos especializados e sinal da Internet.

Ademais, disse que os oito computadores do projecto estão a ser utilizados para digitalizar documentos da instituição, augurando que as entidades competentes e seus parceiros possam dar solução, por ser um projecto valioso para a escola e para os alunos.

O responsável, que falou à Angop, afirmou então que o Magistério Kimamuenho não possui nenhuma biblioteca, situação que obriga os estudantes a recorrerem aos cybers, para pesquisar conteúdos para os seus trabalhos académicos.

O e-Net nas escolas surge de uma parceria do Ministério da Educação, com a Unitel e a Huawei, com vista a instalação gratuita de computadores com ligação à internet em escolas públicas e privadas do segundo ciclo do ensino secundário do subsistema geral de ensino, em todas as províncias de Angola.

Melhorar a aprendizagem dos adolescentes, sobre como utilizar a internet, ajudar a estabelecer bases de conhecimentos nesta matéria e incentivar o gosto pela pesquisa de informação on-line são outros objectivos da iniciativa.

 

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form