Arte e Cultura
Exposição

Bozene Lebwele apresenta “Um Passo Para o Futuro” em exposição individual

Bozene Lebwele apresenta “Um Passo Para o Futuro” em exposição individual
Foto por:
vídeo por:
Cedidas

O artista plástico angolano Bozene Lebwele vai apresentar a primeira exposição individual intitulada “Um Passo Para o Futuro”, no dia 12 do corrente mês, a partir das 18 horas, na galeria de arte contemporânea da Fundação Arte e Cultura e poderá ser vista até ao dia 5 de Novembro próximo.

De acordo com a nota de imprensa que chegou à redacção do ONgoma News, em “Um Passo Para o Futuro”, Bozene Lebwele traz um conjunto pictural que resulta de muitos desafios, assim como de alguma experiência.

“O artista mostra-nos as suas paletas cromáticas quentes, plenas de energia, explosivas mesmo, onde utiliza muito bem um estilo de gotejamento à Jackson Pollock, referência do Expressionismo abstracto. Comum percurso ainda no início, mas marcado pela tarimba da Academia de BelasArtes e pela passagem por alguns bons ateliês, Bozene é mais um jovem artista angolano emergente que conta com o apoio da Fundação Arte e Cultura e a Galeria Tamar Golan”, lê-se na nota.

Bozene Lebwele Nzinga nasceu a 16 de Junho de 1980 em Mbanza Congo, província do Zaire. Como sucedeu com muitos seus compatriotas, a vida levou-o a vizinha RD Congo, onde a sua família passou vários anos afastada da guerra civil que assolou Angola. Começou a estudar artes plásticas aos 15 anos de idade e terminou o ensino médio em 2006, no Instituto de Belas Artes de Kinshasa. Naturalmente, prosseguiu os estudos de arte na Academia de Belas Artes da capital congolesa, concluindo assim o grau de Bacharel em 2011. Antes disso, já frequentava o ateliê de escultura de seu pai, Griffe Bozene. Hoje é membro do Ateliê Mawete. Depois de marcar presença em sucessivas exposições colectivas entre 2010 e 2016, realiza agora a sua primeira exposição individual na Galeria Tamar Golan.

“Caminhar em direcção ao futuro é evoluir e melhorar, é deixar o olhar vaguear em múltiplas direcções e ir pela trajetória da vida, é enfrentar desafios. O primeiro grito do ser humano ao vir ao mundo é também a sua primeira filosofia, o que faz com que ele se esforce para ficar em pé e projectar os seus primeiros passos”.

 

6galeria

Pedro Kididi

Jornalista

O artista plástico angolano Bozene Lebwele vai apresentar a primeira exposição individual intitulada “Um Passo Para o Futuro”, no dia 12 do corrente mês, a partir das 18 horas, na galeria de arte contemporânea da Fundação Arte e Cultura e poderá ser vista até ao dia 5 de Novembro próximo.

De acordo com a nota de imprensa que chegou à redacção do ONgoma News, em “Um Passo Para o Futuro”, Bozene Lebwele traz um conjunto pictural que resulta de muitos desafios, assim como de alguma experiência.

“O artista mostra-nos as suas paletas cromáticas quentes, plenas de energia, explosivas mesmo, onde utiliza muito bem um estilo de gotejamento à Jackson Pollock, referência do Expressionismo abstracto. Comum percurso ainda no início, mas marcado pela tarimba da Academia de BelasArtes e pela passagem por alguns bons ateliês, Bozene é mais um jovem artista angolano emergente que conta com o apoio da Fundação Arte e Cultura e a Galeria Tamar Golan”, lê-se na nota.

Bozene Lebwele Nzinga nasceu a 16 de Junho de 1980 em Mbanza Congo, província do Zaire. Como sucedeu com muitos seus compatriotas, a vida levou-o a vizinha RD Congo, onde a sua família passou vários anos afastada da guerra civil que assolou Angola. Começou a estudar artes plásticas aos 15 anos de idade e terminou o ensino médio em 2006, no Instituto de Belas Artes de Kinshasa. Naturalmente, prosseguiu os estudos de arte na Academia de Belas Artes da capital congolesa, concluindo assim o grau de Bacharel em 2011. Antes disso, já frequentava o ateliê de escultura de seu pai, Griffe Bozene. Hoje é membro do Ateliê Mawete. Depois de marcar presença em sucessivas exposições colectivas entre 2010 e 2016, realiza agora a sua primeira exposição individual na Galeria Tamar Golan.

“Caminhar em direcção ao futuro é evoluir e melhorar, é deixar o olhar vaguear em múltiplas direcções e ir pela trajetória da vida, é enfrentar desafios. O primeiro grito do ser humano ao vir ao mundo é também a sua primeira filosofia, o que faz com que ele se esforce para ficar em pé e projectar os seus primeiros passos”.

 

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form