Internacional

Bebé indiano nasce "grávido" do próprio irmão gêmeo

Bebé indiano nasce "grávido" do próprio irmão gêmeo
Foto por:
vídeo por:
DR

Um bebé indiano nasceu "grávido" do irmão. É uma rara anomalia genética, conhecida por “feetus in fetu”, e há menos de cem casos registados em todo o Mundo, indicou o “site” científico IFLScience.

O gémeo parasita de sete centímetros cresceu atrás do estômago do irmão e só foi detectado depois do nascimento.

Segundo o jornal britânico “The Independent”, o gémeo parasita estava dentro do saco fetal do recém-nascido e já tinha cabeça, um braço e uma perna. O bebé, que carregava o “irmão” foi submetido a uma cirurgia de extração e encontra-se em situação estável. A previsão é que ele possa desenvolver-se normalmente. Os gémeos parasitas são caracterizados pela incapacidade de sobreviver sem o irmão hospedeiro, porque lhes falta justamente os órgãos necessários para que sejam autónomos. 

A condição é raríssima. O fetus in fetu acontece um em cada 500 mil nascimentos. Em todo mundo, menos de 200 casos foram registados.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

Um bebé indiano nasceu "grávido" do irmão. É uma rara anomalia genética, conhecida por “feetus in fetu”, e há menos de cem casos registados em todo o Mundo, indicou o “site” científico IFLScience.

O gémeo parasita de sete centímetros cresceu atrás do estômago do irmão e só foi detectado depois do nascimento.

Segundo o jornal britânico “The Independent”, o gémeo parasita estava dentro do saco fetal do recém-nascido e já tinha cabeça, um braço e uma perna. O bebé, que carregava o “irmão” foi submetido a uma cirurgia de extração e encontra-se em situação estável. A previsão é que ele possa desenvolver-se normalmente. Os gémeos parasitas são caracterizados pela incapacidade de sobreviver sem o irmão hospedeiro, porque lhes falta justamente os órgãos necessários para que sejam autónomos. 

A condição é raríssima. O fetus in fetu acontece um em cada 500 mil nascimentos. Em todo mundo, menos de 200 casos foram registados.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form