Sociedade
Água

Bairros com acesso à água restrito

Bairros com acesso à água restrito
Foto por:
vídeo por:
DR

A Empresa Pública de Águas (EPAL) informou que vão ocorrer, durante quatro dias, desde ontem, restrições no abastecimento de água potável a 21 áreas residenciais da província de Luanda.

No documento, a que o Jornal de Angola teve acesso, a empresa refere que as restrições devem-se à realização de trabalhos de limpeza e manutenção ao reservatório de água do Centro de Distribuição do Cazenga.

Na lista de bairros afectados estão o Cazenga Popular, Adriano Moreira, Comissões do Cazenga, Uniprédios, Vila da Mata, Tala Hady, Marcelo Caetano, Mabor, Nocal, Hojy-ya-Henda e parte do Grafanil.

Ainda de acordo com a fonte, vão estar também afectados os prédios da Filda, parte do Mercado Tunga Ngo, bairros Kalawenda, dos Kwanzas, Óscar Ribas, Petrangol, Ilha da Madeira e parte do 11 de Novembro, do Mulenvos e Bananeiras.

6galeria

Redacção

A Empresa Pública de Águas (EPAL) informou que vão ocorrer, durante quatro dias, desde ontem, restrições no abastecimento de água potável a 21 áreas residenciais da província de Luanda.

No documento, a que o Jornal de Angola teve acesso, a empresa refere que as restrições devem-se à realização de trabalhos de limpeza e manutenção ao reservatório de água do Centro de Distribuição do Cazenga.

Na lista de bairros afectados estão o Cazenga Popular, Adriano Moreira, Comissões do Cazenga, Uniprédios, Vila da Mata, Tala Hady, Marcelo Caetano, Mabor, Nocal, Hojy-ya-Henda e parte do Grafanil.

Ainda de acordo com a fonte, vão estar também afectados os prédios da Filda, parte do Mercado Tunga Ngo, bairros Kalawenda, dos Kwanzas, Óscar Ribas, Petrangol, Ilha da Madeira e parte do 11 de Novembro, do Mulenvos e Bananeiras.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form