Sociedade
Investigação Criminal

Assaltada há três meses, Polícia devolve viatura ao proprietário

Assaltada há três meses, Polícia devolve viatura ao proprietário
Foto por:
vídeo por:
DR

A Polícia Nacional de Angola fez ontem a entrega da viatura do cidadão Miguel Gato, de marca Hyunday “Elantra”, que lhe tinha sido roubada, há três meses, por marginais, na via Expressa, em Luanda.

Satisfeito pelo feito da Polícia Nacional, o cidadão contou que o roubo aconteceu quando decidiu fazer serviço de táxi na rota Vila de Viana - Sequele, onde, na ocasião, subiram quatro assaltantes, fazendo-se passar por passageiros.

Miguel Gato lembra que, ao chegar numa zona escura, os marginais anunciaram o assalto, apontando-lhe uma arma de fogo.

“Fui amarrado e atirado numa zona desconhecida de Cacuaco, onde horas depois fui socorrido pelos populares”, pormenorizou o cidadão, que, de imediato, denunciou o assalto às forças policiais da Brigada Especial de Trânsito (BET), que se encontravam nas imediações do Sequele.

Após pouco tempo de investigação, a Polícia Nacional, de acordo com uma nota partilhada na sua página de Facebook, recuperou a viatura e ontem devolveu-a ao cidadão Miguel Gato, na Unidade Operativa de Luanda, onde decorreu a apresentação dos resultados da Operação “Relâmpago”, realizada nos dias 21 e 22 do corrente mês, em 11 provinciais do país.

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

A Polícia Nacional de Angola fez ontem a entrega da viatura do cidadão Miguel Gato, de marca Hyunday “Elantra”, que lhe tinha sido roubada, há três meses, por marginais, na via Expressa, em Luanda.

Satisfeito pelo feito da Polícia Nacional, o cidadão contou que o roubo aconteceu quando decidiu fazer serviço de táxi na rota Vila de Viana - Sequele, onde, na ocasião, subiram quatro assaltantes, fazendo-se passar por passageiros.

Miguel Gato lembra que, ao chegar numa zona escura, os marginais anunciaram o assalto, apontando-lhe uma arma de fogo.

“Fui amarrado e atirado numa zona desconhecida de Cacuaco, onde horas depois fui socorrido pelos populares”, pormenorizou o cidadão, que, de imediato, denunciou o assalto às forças policiais da Brigada Especial de Trânsito (BET), que se encontravam nas imediações do Sequele.

Após pouco tempo de investigação, a Polícia Nacional, de acordo com uma nota partilhada na sua página de Facebook, recuperou a viatura e ontem devolveu-a ao cidadão Miguel Gato, na Unidade Operativa de Luanda, onde decorreu a apresentação dos resultados da Operação “Relâmpago”, realizada nos dias 21 e 22 do corrente mês, em 11 provinciais do país.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form