Arte e Cultura
Exposição

Artistas apresentam-se “Do lápis ao pincel” na Galeria Tamar Golan

Artistas apresentam-se “Do lápis ao pincel” na Galeria Tamar Golan
Foto por:
vídeo por:
DR

Dois anos depois da formação, 8 crianças da turma de artes plásticas da Fundação Arte e Cultura vão apresentar-se, no próximo dia 20 deste mês, , pelas 18 horas, na Galeria Tamar Golan, com a exposição colectiva “Do lápis ao pincel”.

Como refere o comunicado da organização, “a arte como um manifesto, ela  transforma o homem fazendo com que o mesmo ganhe uma visão diferente das coisas e, diante de muitas expressões, os alunos puderam dar vida à vontade de dominar um pincel e fazer fluir a destreza”.

Desenvolvendo o talento inato e compondo assim as obras presentes na exposição, ela, a exposição, é uma amostra das aulas de desenho e pintura, e nela estão o impressionismo, o realismo, o abstrassionismo e o surrealismo, de acordo com o documento.

Naturais e residentes da Ilha de Luanda, os pequenos expositores fecham o ciclo formativo em matéria de Artes Plásticas, na Escola de Artes daquele espaço emblemático de cultura.

Trata-se de 8 alunos dos 60 que ao longo da formação foram desistindo, inserindo-se noutras áreas formativas, por se aperceberem que tinham o seu forte noutras artes. A turma de Artes Plásticas deu o arranque das aulas em 2019 e são os heróis Francisca Franco, Joaquim Nicolau, Jorge Norberto, Laysa Marques. Tatiana Ana, Taziana Tavares, Neusa de Andrade e Ricardo Afonso, citados na nota.

No entanto, a exposição ficará patente ao público até ao próximo dia 22 do mês corrente, podendo ser visitada nos dias 21 e 22, das 9h00 às 17h00, naquela que é a galeria de arte contemporânea da Fundação Arte e Cultura.

 

6galeria

Redacção

Dois anos depois da formação, 8 crianças da turma de artes plásticas da Fundação Arte e Cultura vão apresentar-se, no próximo dia 20 deste mês, , pelas 18 horas, na Galeria Tamar Golan, com a exposição colectiva “Do lápis ao pincel”.

Como refere o comunicado da organização, “a arte como um manifesto, ela  transforma o homem fazendo com que o mesmo ganhe uma visão diferente das coisas e, diante de muitas expressões, os alunos puderam dar vida à vontade de dominar um pincel e fazer fluir a destreza”.

Desenvolvendo o talento inato e compondo assim as obras presentes na exposição, ela, a exposição, é uma amostra das aulas de desenho e pintura, e nela estão o impressionismo, o realismo, o abstrassionismo e o surrealismo, de acordo com o documento.

Naturais e residentes da Ilha de Luanda, os pequenos expositores fecham o ciclo formativo em matéria de Artes Plásticas, na Escola de Artes daquele espaço emblemático de cultura.

Trata-se de 8 alunos dos 60 que ao longo da formação foram desistindo, inserindo-se noutras áreas formativas, por se aperceberem que tinham o seu forte noutras artes. A turma de Artes Plásticas deu o arranque das aulas em 2019 e são os heróis Francisca Franco, Joaquim Nicolau, Jorge Norberto, Laysa Marques. Tatiana Ana, Taziana Tavares, Neusa de Andrade e Ricardo Afonso, citados na nota.

No entanto, a exposição ficará patente ao público até ao próximo dia 22 do mês corrente, podendo ser visitada nos dias 21 e 22, das 9h00 às 17h00, naquela que é a galeria de arte contemporânea da Fundação Arte e Cultura.

 

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form