Actualidade
Economia

ANPG disponibiliza dados das concessões que entram em licitação em Abril

ANPG disponibiliza dados das concessões que entram em licitação em Abril
Foto por:
vídeo por:
DR

A ANPG (Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis) acaba de disponibilizar, para consulta gratuita, os pacotes de dados relativos às concessões que entram em licitação a partir de Abril, mas alerta que os dados geofísicos (sísmica 2007-2021 e magnetométricos) não integram nenhum destes pacotes, sendo obrigatório o pagamento de uma taxa para a sua aquisição.

De acordo com a empresa, os pacotes disponibilizados contêm a compilação dos dados existentes, devidamente selecionados, relativos às concessões a concurso, sendo que o objectivo é auxiliar os potenciais interessados na avaliação que vão efectuar e apoiá-los na tomada de decisão.

Para esta licitação, iniciada no final de 2020, foram elaborados dois pacotes de dados, tendo em consideração as duas bacias terrestres a concurso – a do Baixo Congo e do Kwanza.

Então, o Pacote de Dados da Bacia Terrestre do Baixo Congo, relativo a três blocos (CON 1, 5 e 6) é composto por informação geológica sobre os 24 poços dos três blocos a licitar e dos demais 33 poços dos blocos adjacentes, assim como 14 relatórios de estudos que detalham a estratigrafia, componente estrutural e prospectividade; estudo de acessibilidade (Atlas); informação georreferenciada (mapas); e informação jurídico/legal.

O Pacote de Dados da Bacia Terrestre do Kwanza, relativo a seis blocos (KON5, 6, 8, 9, 17 e 20) é também composto por informação geológica (relatórios e diagrafias) de 47 poços, dos quais 36 pertencentes aos blocos a licitar e 11 poços pertencentes aos blocos vizinhos; 13 relatórios de abandonos dos principais campos produtores da bacia; dados sísmicos (sísmica vintage); estudo de acessibilidade (atlas); informação georreferenciada (mapas); e informação jurídico/legal.

Para ambos os pacotes, a ANPG sublinha que os dados geofísicos (sísmica e magnetométricos) não fazem parte dos referidos pacotes, pelo que os interessados os devem adquirir junto dos seus parceiros Delta Development Management (Baixo Congo) e GEOTEC e ION/GXT (Kwanza), de acordo com o comunicado da organização, enviado ao ONgoma News.

Para a ANPG “a divulgação destes pacotes, numa sessão gratuita – que poderá ser feita de forma presencial ou online – contribui para que o processo de licitação seja mais transparente, permitindo aos interessados conhecerem os dados disponíveis antes de os adquirem para estudo e análise mais aturados e precisos”.

Nesse sentido, as empresas interessadas deverão contactar a Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis através do seu website (www.anpg.co.ao), e-mail ou mesmo por carta, solicitando agendamento para uma sessão de consulta dos dados.

Estas sessões, avança a instituição, serão gratuitas, podendo ser virtuais ou presenciais, conforme as possibilidades dos interessados, mas sempre realizadas de acordo com as normas em vigor no contexto de pandemia ainda vigente.

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

A ANPG (Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis) acaba de disponibilizar, para consulta gratuita, os pacotes de dados relativos às concessões que entram em licitação a partir de Abril, mas alerta que os dados geofísicos (sísmica 2007-2021 e magnetométricos) não integram nenhum destes pacotes, sendo obrigatório o pagamento de uma taxa para a sua aquisição.

De acordo com a empresa, os pacotes disponibilizados contêm a compilação dos dados existentes, devidamente selecionados, relativos às concessões a concurso, sendo que o objectivo é auxiliar os potenciais interessados na avaliação que vão efectuar e apoiá-los na tomada de decisão.

Para esta licitação, iniciada no final de 2020, foram elaborados dois pacotes de dados, tendo em consideração as duas bacias terrestres a concurso – a do Baixo Congo e do Kwanza.

Então, o Pacote de Dados da Bacia Terrestre do Baixo Congo, relativo a três blocos (CON 1, 5 e 6) é composto por informação geológica sobre os 24 poços dos três blocos a licitar e dos demais 33 poços dos blocos adjacentes, assim como 14 relatórios de estudos que detalham a estratigrafia, componente estrutural e prospectividade; estudo de acessibilidade (Atlas); informação georreferenciada (mapas); e informação jurídico/legal.

O Pacote de Dados da Bacia Terrestre do Kwanza, relativo a seis blocos (KON5, 6, 8, 9, 17 e 20) é também composto por informação geológica (relatórios e diagrafias) de 47 poços, dos quais 36 pertencentes aos blocos a licitar e 11 poços pertencentes aos blocos vizinhos; 13 relatórios de abandonos dos principais campos produtores da bacia; dados sísmicos (sísmica vintage); estudo de acessibilidade (atlas); informação georreferenciada (mapas); e informação jurídico/legal.

Para ambos os pacotes, a ANPG sublinha que os dados geofísicos (sísmica e magnetométricos) não fazem parte dos referidos pacotes, pelo que os interessados os devem adquirir junto dos seus parceiros Delta Development Management (Baixo Congo) e GEOTEC e ION/GXT (Kwanza), de acordo com o comunicado da organização, enviado ao ONgoma News.

Para a ANPG “a divulgação destes pacotes, numa sessão gratuita – que poderá ser feita de forma presencial ou online – contribui para que o processo de licitação seja mais transparente, permitindo aos interessados conhecerem os dados disponíveis antes de os adquirem para estudo e análise mais aturados e precisos”.

Nesse sentido, as empresas interessadas deverão contactar a Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis através do seu website (www.anpg.co.ao), e-mail ou mesmo por carta, solicitando agendamento para uma sessão de consulta dos dados.

Estas sessões, avança a instituição, serão gratuitas, podendo ser virtuais ou presenciais, conforme as possibilidades dos interessados, mas sempre realizadas de acordo com as normas em vigor no contexto de pandemia ainda vigente.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form