Sociedade
Reflexão

“Angola precisa de jovens corajosos, capazes de dizer “sim” aos desafios fortes para a nação”, considera arcebispo José Imbamba

“Angola precisa de jovens corajosos, capazes de dizer “sim” aos desafios fortes para a nação”, considera arcebispo José Imbamba
Foto por:
vídeo por:
Angop

O arcebispo da arquidiocese de Saurimo (Lunda Sul) Dom José Imbamba, considerou ontem, quarta-feira, naquela cidade, que Angola precisa de jovens valorosos, corajosos, intrépidos, abertos ao futuro, sem medo e capazes de dizer “sim” aos desafios fortes para a nação, tendo acrescentado ser fundamental e indispensável uma aposta séria na formação académica, profissional e religiosa, para que os jovens consigam responder aos desafios que o país impõe, visando o desenvolvimento sustentável.

O prelado falava por ocasião da abertura da 3ª edição do Acampamento Nacional da Juventude Católica, que está ser promovido pelo grupo juvenil Dom Bosco, no centro turístico Txitende Txa Zango, com a participação de 127 jovens provenientes das províncias do Bié, Cuanza Sul, Cuanza Norte, Lunda Norte, Lunda Sul, Luanda e Huambo.

Segundo Dom José Imbamba, jovem é sinónimo do futuro, de segurança, de realização, mas se não se munir com instrumentos intelectuais, sociais, culturais e religiosos, não atingirá os seus objectivos.  Para o religioso, o jovem deve se abrir à beleza permanente, aos sonhos, aos ideais, a tudo aquilo que deve galvanizar a sua existência, devendo para tal não queimar etapas, antecipando o futuro, conseguir e gastar tudo num instante da vida.

“Infelizmente, por causa destas e outras questões, hoje temos muitos jovens perdidos no paraíso das drogas, da prostituição, do alcoolismo, do descompromisso e da marginalização, jovens que não querem trabalhar, estudar, porque querem realizações, riquezas e poderes imediatos”, lamentou, e deste modo, disse, de acordo com a Angop, que a Igreja e a sociedade em geral devem oferecer aos jovens, ideias e paradigmas fortes, capazes de permitir que esta franja construa a sua vida sobre bases sólidas.

A fonte apelou ainda a juventude católica no sentido de ajudar os outros jovens inclinados no mundo das drogas, prostituição e no alcoolismo, assumindo responsabilidades sociais e cívicas, bem como participarem no desenvolvimento da sociedade com bons exemplos de convivência.

Durante quatro dias, os participantes do referido acampamento realizarão actividades de sensibilização sobre a importância das autarquias locais em várias comunidades do município de Saurimo, assim como visitas à Sociedade Mineira de Catoca e em algumas instituições públicas, actividades desportivas, culturais e recreativas vão preencher o leque do programa do acampamento.

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

O arcebispo da arquidiocese de Saurimo (Lunda Sul) Dom José Imbamba, considerou ontem, quarta-feira, naquela cidade, que Angola precisa de jovens valorosos, corajosos, intrépidos, abertos ao futuro, sem medo e capazes de dizer “sim” aos desafios fortes para a nação, tendo acrescentado ser fundamental e indispensável uma aposta séria na formação académica, profissional e religiosa, para que os jovens consigam responder aos desafios que o país impõe, visando o desenvolvimento sustentável.

O prelado falava por ocasião da abertura da 3ª edição do Acampamento Nacional da Juventude Católica, que está ser promovido pelo grupo juvenil Dom Bosco, no centro turístico Txitende Txa Zango, com a participação de 127 jovens provenientes das províncias do Bié, Cuanza Sul, Cuanza Norte, Lunda Norte, Lunda Sul, Luanda e Huambo.

Segundo Dom José Imbamba, jovem é sinónimo do futuro, de segurança, de realização, mas se não se munir com instrumentos intelectuais, sociais, culturais e religiosos, não atingirá os seus objectivos.  Para o religioso, o jovem deve se abrir à beleza permanente, aos sonhos, aos ideais, a tudo aquilo que deve galvanizar a sua existência, devendo para tal não queimar etapas, antecipando o futuro, conseguir e gastar tudo num instante da vida.

“Infelizmente, por causa destas e outras questões, hoje temos muitos jovens perdidos no paraíso das drogas, da prostituição, do alcoolismo, do descompromisso e da marginalização, jovens que não querem trabalhar, estudar, porque querem realizações, riquezas e poderes imediatos”, lamentou, e deste modo, disse, de acordo com a Angop, que a Igreja e a sociedade em geral devem oferecer aos jovens, ideias e paradigmas fortes, capazes de permitir que esta franja construa a sua vida sobre bases sólidas.

A fonte apelou ainda a juventude católica no sentido de ajudar os outros jovens inclinados no mundo das drogas, prostituição e no alcoolismo, assumindo responsabilidades sociais e cívicas, bem como participarem no desenvolvimento da sociedade com bons exemplos de convivência.

Durante quatro dias, os participantes do referido acampamento realizarão actividades de sensibilização sobre a importância das autarquias locais em várias comunidades do município de Saurimo, assim como visitas à Sociedade Mineira de Catoca e em algumas instituições públicas, actividades desportivas, culturais e recreativas vão preencher o leque do programa do acampamento.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form