Desporto
Futebol

Afrotaças: 1º de Agosto vence MSE e qualifica-se para os quartos-de-final

Afrotaças: 1º de Agosto vence MSE e qualifica-se para os quartos-de-final
Foto por:
vídeo por:
DR

  

O 1º de Agosto venceu hoje, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, o Mbabane Swallows de Eswatini (ex-Swazilândia), por 2-1, em partida da 6ª e última jornada do grupo D da Liga Africana dos Campeões.

Com esta vitória, os “militares” qualificaram-se para os quartos-de-final da liga africana dos clubes campeões em futebol, apesar da pressão do terceiro classificado do grupo, o Zesco United da Zâmbia, que, com cinco pontos, também tem a possibilidade de se qualificar, caso vença o já apurado Etoil du Sahel da Tunísia, líder com 11 pontos. Na primeira volta, no terreno do adversário, o 1º de Agosto perdeu, por 0-1.

No desafio, o 1º de Agosto contou com os regressos do extremo Geraldo e do lateral esquerdo Paizo, que falharam o último jogo da Liga.

Em 1997, na estreia da prova continental nesse modelo, os“militares” ficaram a um ponto da presença nos quartos, ao terminar o grupo Ano terceiro posto, com 10 pontos, atrás do Raja Casablanca (Marrocos), que viria a sagrar-se campeão africano, e do USM da Argélia.

 

6galeria

Redacção

  

O 1º de Agosto venceu hoje, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, o Mbabane Swallows de Eswatini (ex-Swazilândia), por 2-1, em partida da 6ª e última jornada do grupo D da Liga Africana dos Campeões.

Com esta vitória, os “militares” qualificaram-se para os quartos-de-final da liga africana dos clubes campeões em futebol, apesar da pressão do terceiro classificado do grupo, o Zesco United da Zâmbia, que, com cinco pontos, também tem a possibilidade de se qualificar, caso vença o já apurado Etoil du Sahel da Tunísia, líder com 11 pontos. Na primeira volta, no terreno do adversário, o 1º de Agosto perdeu, por 0-1.

No desafio, o 1º de Agosto contou com os regressos do extremo Geraldo e do lateral esquerdo Paizo, que falharam o último jogo da Liga.

Em 1997, na estreia da prova continental nesse modelo, os“militares” ficaram a um ponto da presença nos quartos, ao terminar o grupo Ano terceiro posto, com 10 pontos, atrás do Raja Casablanca (Marrocos), que viria a sagrar-se campeão africano, e do USM da Argélia.

 

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form