Actualidade
Mundo

Abatido autor do atentado em Estrasburgo

 Abatido autor do atentado em Estrasburgo
Foto por:
vídeo por:
DR



O alegado autor do atentado no mercado de Natal de Estrasburgo foi abatido pelas autoridades francesas, num bairro situado nas imediações do centro da cidade.

Depois de dois dias de buscas, Chérif Chekatt foi localizado no bairro de Neudorf, o local onde tinha sido visto pela última vez. Ao que tudo indica, Chekatt tinha apanhado um táxi para esta zona. O motorista relatava depois que o suspeito justificou o ataque no mercado como "uma vingança pelos seus irmãos da Síria".

Na passada terça-feira, a Polícia francesa começou uma verdadeira caça ao homem. E na tarde desta quinta-feira lançou uma megaoperação, que envolveu cerca de 700 agentes apoiados por dois helicópteros.

Foram detidas cinco pessoas no âmbito desta investigação. No dia do ataque foram detidos os pais e dois irmãos de Chekatt, o homem de 29 anos que já tinha sido intercetado pelas autoridades francesas por casos de roubo e delinquência, estando identificado por suspeita de ligações a grupos jihadistas, noticiou à Euronews.

O ministro francês do Interior, Christophe Castaner, confirmou a morte do suspeito e revelou que Chekatt não obedeceu às ordens da polícia e tentou atingir os agentes.





6galeria

Redacção



O alegado autor do atentado no mercado de Natal de Estrasburgo foi abatido pelas autoridades francesas, num bairro situado nas imediações do centro da cidade.

Depois de dois dias de buscas, Chérif Chekatt foi localizado no bairro de Neudorf, o local onde tinha sido visto pela última vez. Ao que tudo indica, Chekatt tinha apanhado um táxi para esta zona. O motorista relatava depois que o suspeito justificou o ataque no mercado como "uma vingança pelos seus irmãos da Síria".

Na passada terça-feira, a Polícia francesa começou uma verdadeira caça ao homem. E na tarde desta quinta-feira lançou uma megaoperação, que envolveu cerca de 700 agentes apoiados por dois helicópteros.

Foram detidas cinco pessoas no âmbito desta investigação. No dia do ataque foram detidos os pais e dois irmãos de Chekatt, o homem de 29 anos que já tinha sido intercetado pelas autoridades francesas por casos de roubo e delinquência, estando identificado por suspeita de ligações a grupos jihadistas, noticiou à Euronews.

O ministro francês do Interior, Christophe Castaner, confirmou a morte do suspeito e revelou que Chekatt não obedeceu às ordens da polícia e tentou atingir os agentes.





Redacção

Licenciado em Gestão e Administração pela Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, Félix Abias é um jornalista angolano que explora temas ligados à política e economia local. Actualmente trabalha para o Grupo Média Rumo

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form