Desporto
Futebol

1º de Agosto reage à suspensão dos jogadores e promete interpor recurso ao tribunal arbitral

1º de Agosto reage à suspensão dos jogadores e promete interpor recurso ao tribunal arbitral
Foto por:
vídeo por:
DR

O clube 1º de Agosto reagiu contra os castigos aplicados aos seus jogadores pela Federação Angolana de Futebol (FAF) e promete interpor recurso junto do Tribunal Arbitral do Desporto, informou o advogado da equipa militar.

Citado pela Angop, Arlindo Almeida afirmou que esta decisão segue-se à sentença do conselho jurisdicional que considerou improcedente o recurso apresentado, após o castigo máximo de 75 dias aplicado pelo Conselho de disciplina da FAF.

"Vamos recorrer ao Tribunal Arbitral do Desporto para que se faça justiça. Pensamos que houve uma infracção grave cometida pelos órgãos jurisdicionais da FAF. Neste sentido, vamos ver se é possível o tribunal suspender o castigo até uma decisão final e que os jogadores possam ser utilizados", informou.

Ainda de acordo com a fonte oficial, antes de se dar entrada do recurso ao tribunal, o documento será primeiro traduzido para uma linguagem técnica, porque contém um conteúdo jurídico, para não se induzir ninguém a erro. Será antes remetido à FAF, que o irá submeter ao tribunal. ‘’Precisamos ter aqui um Tribunal Arbitral para solução destas situações e tantas outras. Já devíamos ter, mas infelizmente não temos ainda’’, realçou o advogado.

Os jogadores suspensos são o "capitão" da equipa Dani Massunguna, Paizo, Nelson da Luz, Geraldo, Natael e Show, todos integrantes da equipa base da formação "militar", actual bi-campeã nacional, por não terem participado no Campeonato Africano ‘’CHAN2018’’, reservado a jogadores que evoluem nos respectivos países.

O Conselho de Disciplina havia sancionado os atletas com 70 dias, nas provas sob égide da FAF. Após o recurso do clube, o conselho jurisdicional reduziu os castigos de Dani Massunguna (50 dias), Nelson da Luz, Geraldo, Paizo (50 dias), enquanto Natael viu agravada para 75 dias. A FAF absolveu o jogador Show, adiou as duas primeiras jornada do Girabola com o Progresso do Sambizanga e 1º de Maio de Benguela devido ao compromisso nas Afrotaças.

Vale sublinhar que o campeão nacional estreou-se com uma vitória de 3-0, no jogo da primeira ‘’mão’’ das eliminatórias de acesso à fase de grupos da liga dos clubes campeões, diante do FC Platinum do Zimbabwe.

Hoje embarcou para o Zimbabwe onde disputa a segunda mão no dia 20 do mês em curso.

6galeria

Pedro Kididi

Jornalista

O clube 1º de Agosto reagiu contra os castigos aplicados aos seus jogadores pela Federação Angolana de Futebol (FAF) e promete interpor recurso junto do Tribunal Arbitral do Desporto, informou o advogado da equipa militar.

Citado pela Angop, Arlindo Almeida afirmou que esta decisão segue-se à sentença do conselho jurisdicional que considerou improcedente o recurso apresentado, após o castigo máximo de 75 dias aplicado pelo Conselho de disciplina da FAF.

"Vamos recorrer ao Tribunal Arbitral do Desporto para que se faça justiça. Pensamos que houve uma infracção grave cometida pelos órgãos jurisdicionais da FAF. Neste sentido, vamos ver se é possível o tribunal suspender o castigo até uma decisão final e que os jogadores possam ser utilizados", informou.

Ainda de acordo com a fonte oficial, antes de se dar entrada do recurso ao tribunal, o documento será primeiro traduzido para uma linguagem técnica, porque contém um conteúdo jurídico, para não se induzir ninguém a erro. Será antes remetido à FAF, que o irá submeter ao tribunal. ‘’Precisamos ter aqui um Tribunal Arbitral para solução destas situações e tantas outras. Já devíamos ter, mas infelizmente não temos ainda’’, realçou o advogado.

Os jogadores suspensos são o "capitão" da equipa Dani Massunguna, Paizo, Nelson da Luz, Geraldo, Natael e Show, todos integrantes da equipa base da formação "militar", actual bi-campeã nacional, por não terem participado no Campeonato Africano ‘’CHAN2018’’, reservado a jogadores que evoluem nos respectivos países.

O Conselho de Disciplina havia sancionado os atletas com 70 dias, nas provas sob égide da FAF. Após o recurso do clube, o conselho jurisdicional reduziu os castigos de Dani Massunguna (50 dias), Nelson da Luz, Geraldo, Paizo (50 dias), enquanto Natael viu agravada para 75 dias. A FAF absolveu o jogador Show, adiou as duas primeiras jornada do Girabola com o Progresso do Sambizanga e 1º de Maio de Benguela devido ao compromisso nas Afrotaças.

Vale sublinhar que o campeão nacional estreou-se com uma vitória de 3-0, no jogo da primeira ‘’mão’’ das eliminatórias de acesso à fase de grupos da liga dos clubes campeões, diante do FC Platinum do Zimbabwe.

Hoje embarcou para o Zimbabwe onde disputa a segunda mão no dia 20 do mês em curso.

Pedro Kididi

Jornalista

Licenciado em Gestão e Administração pela Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, Félix Abias é um jornalista angolano que explora temas ligados à política e economia local. Actualmente trabalha para o Grupo Média Rumo

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form